Valéria Gurgel
"Ficção, Romance, Emoção, Aventura e suspense"
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Meu planeta adeus

MEU PLANETA ADEUS
Por Valéria Gurgel

Não precisa muito esforço para percebermos que o mundo já não é o mesmo e que muitas coisas, pessoas e situações andam tomando rumos que já sabemos muito bem aonde isso tudo vai chegar:
O fim da aventura humana na Terra!
A cada dia vamos perdendo a racionalidade para os animais, o nosso cérebro para a tecnologia. A inteligência para a idiotice e o bom senso para a falta de lógica!
O mundo real vai perdendo espaço para o mundo virtual!
Já não sabemos o que é importante quando coisas fúteis e noticias banais ganham extrema proporção nas redes sociais, diante de fatos cruelmente reais que a cada dia se tornam aparentemente normais em nosso cotidiano. como a insensibilidade de alguns diante à dor de seu irmão,à violência, a pedofilia, à fome, o frio, o abandono aos idosos, às crianças, aos animais, o descaso e desrespeito à nossa mãe natureza e a todos os que deveriam ser acolhidos por nós, sofrem a cruel covardia da falta de proteção e companhia.
A cada fim de ano a sensação de que isso aumenta é assustador e de que as pessoas se desesperam e tentam fazer em alguns dias que antecedem o novo ano, tudo o que podiam ter feito por toda uma vida, mas o comodismo pediu permissão para adiar e aí alojou se se estagnou uma ideologia mórbida do desculpismo barato:
Ano que vem será diferente!
Será?
Logo os chamados deprimidos , vitimas de suas próprias consciências e arrependidos da ultima hora entram em ação!
Aos pouquinhos e imperceptivelmente o mundo esta morrendo e ninguém se importa, ou sequer parece estar vendo!? Porque cada um segue voltado para seu próprio umbigo e com um celular na frente do espelho! Morre se os diálogos, morre se as convivências carnais, as convivências sociais. Morre se o amor, o respeito, o valor e o carinho. Morre a sintonias das almas gêmeas, onde o romantismo virou coisa dos séculos passados e o glorioso poeta virou um sonhador barato, incentivador da caretice social!
A nova Guerra fria virtual esta se consolidando entre os chamados Fake News and True News!! A sociedade anda doente e desesperadamente busca a verdade que ela mesma desconhece e de algo ou de pessoas que jamais conheceu?!! Que nem ela sabe se realmente existe!
A tão famosa era da Self Narcisita, tomou espaço do olho no olho, onde a egolatria somada a indiferença vem destruindo lares, corrompendo valores, distanciando filhos dos pais, irmãos de irmãos avós de seus netos. É fato. Dados bíblicos já nos anunciavam a milênios que embaixo do mesmo teto estaríamos abrigando os verdadeiros chamados estranhos e inimigos.
E quando nos dermos conta, estaremos ilhados, dependentes de tarjas pretas para vencer a depressão, numa cruel solidão, elegida por nos mesmos!
O que resta ultimamente para a maioria é optar à companhia de um fiel escudeiro: gato, cachorro, passarinho, que aceita seus comandos de Control C e Control V, sem nada exigir ou reclamar!
Simples assim?
Realmente não tenho duvida que o fim de uma Era esta se consumando.
E se Noé abrisse as portas de sua Arca novamente para fugirmos outra vez , desse caos existencial ,para uma nova Era prometida, provavelmente ele pensaria três vezes ,se deixaria entrar nela a raça humana!!!!
Valéria Gurgel
Enviado por Valéria Gurgel em 06/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários