Valéria Gurgel
"Ficção, Romance, Emoção, Aventura e suspense"
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

O amor e a razão a luta continua...
Faz anos escrevi uma frase: "O amor é  o equilíbrio entre a razão e o  coração!
Essa frase foi e segue sendo muito lida e comentada! E até hoje sigo refletindo  sobre isso...
O Cérebro  e o Coração.Ou seja: a Razão e a Emoção!
São dois extremos que disputam uma lógica infinda e que até hoje poucos são os que conseguiram equilibrar-se o pêndulo!  Na vida, entre os tremendos  desafios que enfrentamos, sempre nos vemos culpando a emoção por usar tanto o sentimento e ouvir só a voz que vem do  coraoção e o por que de não raciocinarmos conscientemente antes! E quando nos debruçamos sobre a razão, nua e crua, fria e as vezes pesada, nos tornamos as vezes crueis, calculistas, insensíveis demais para sermos chamados de humanos! Às vezes até covardes!!! E vem o coração e diz: Eu não disse? Agindo assim, você jamais será feliz!!!
E ai, buscamos desesperadamente um bom relacionamento entre esses dois amigos que vivem em total discordância, dentro de nós, gritando, nos acusando e nos ridicularizando diante de nossas ações e nos deixando cansados, inseguros, preocupados,tristes, deprimidos, anciosos e sem decisão sensata e sensível diante de tantas provas em que somos envolvidos!
Só não podemos esquecer que quem acolhe e abriga esses dois hospedeiros desordeiros, é o nosso eu interior! Então, cabe somente a nós mesmos dar o veredito final e decidirmos  em que momento abrimos as portas para a razão ou para o coração. Bom seria que eles sempre saíssem como velhos bons amigos, de mãos dadas caminhando lado a lado!!!!
Por Valéria Gurgel
Valéria Gurgel
Enviado por Valéria Gurgel em 30/06/2019
Alterado em 30/06/2019
Copyright © 2019. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários