Valéria Gurgel
"Ficção, Romance, Emoção, Aventura e suspense"
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
Para os males do coração só há mesmo um único remédio... Amar!!!!

Procura-se um remédio para curar as dores da paixão?
O farmacêutico afirma que para esse mal não existe um remédio, nem injeção!
São os males do coração!
Prá coração partido não tem cola, tem colaboração.
Prá coração ferido, a distância só estanca, mas ainda sangra.
Coração decepcionado implora e chora...
Prá melhorar consola, o travesseiro ainda é bom conselheiro!
Só lamento... Só tormento...
Sofrimento, desalento,
Só quer bater descompassado
Se amarra, pula, pulsa...
Se aperta, quebra, esfarela.
Se solta foge...Vai buscar aventuras sem cabimento, sem dimensão...Sem satisfação!
Sem compromisso, sem direção, Se esconde aonde? Se não cabe na palma da mão?!
Haja coração! Explode coração!!!
Precisa urgente de um remédio prá livrar-se desse tédio!
Sem versos, sem rimas, sem grana, sem fama, sem nada.
Sem beleza, sem pressa, sem vergonha, sem honra, sem bula, sem juras, sem contradição, sem contra indicação!
Se amarra pula
Se aperta, quebra
Se solta foge
Não sabe o que faz!
Não cabe na palma da mão!!!
Sem cabimento.
Só sofrimento, só ilusão esse encantamento!
É paixão!
Eh... Coração!... Prá esse mal não há mesmo solução!!!
Ama-se, ou morre-se então?!!

Valleria Gurgel
29/08/2011
PoetasDelMundo
ClipPoetasAmigos

www.valleriagurgel.com
vallecrisgur.com.br



Valéria Gurgel
Enviado por Valéria Gurgel em 30/08/2011
Alterado em 11/08/2012
Copyright © 2011. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários