Valéria Gurgel
"Ficção, Romance, Emoção, Aventura e suspense"
Capa Meu Diário Textos Áudios E-books Fotos Perfil Livros à Venda Prêmios Livro de Visitas Contato Links
Textos
As pessoas, o mundo, podem mudar?
Valéria Gurgel
Sim, claro! Se assim desejarem e se esforçarem para tal.
Em todo início de ano, o que mais se escuta são as promessas de mudanças! Mas, são as atitudes transformadas que sinalizam a mudança na íntegra.
Há duas maneiras de se alcançar mudanças nas pessoas, no ambiente, na vida do mundo. Uma é a mudança pela dor. E a outra é a mudança pelo amor.
A dor é uma causa, um dos motivos mais radicais para mudanças. E elas podem ser positivas ou negativas. Depende de como cada um possa lidar com essa dor e permitir que ela aja em si mesmo.
O amor também é um grande gerador de transformações. E da mesma forma que a dor, o amor é capaz de transformar corações, atitudes, pensamentos, cuidados, ações, percepções sobre uma causa, um efeito, um ser vivo, um entorno, uma nação, o planeta.
Bom seria se o amor pudesse ser o nosso único VEÍCULO PROPULSOR e principal indicativo de mudanças. Mas, infelizmente, ainda, muitos de nós, somos arrastados e obrigados às transformações vindas pela dor. Eu me atreveria a dizer que a dor nos incomoda e por esse incômodo, ela nos empurra e somos arrastados para uma outra posição, outras atitudes, outros lugares, outras convivências, outras ações e reflexões diferentes. Ou seja, uma mudança provocada na marra, forçada, e não por uma consciência desperta.
Já o amor nos mobiliza de forma natural. Porque ele nos toca a alma, o coração, o sentimento e isso provoca reações naturais, singulares, intuitivas e indicadoras de consciência plena de gratidão. Do cuidado, da preservação, do acolhimento, da proteção, da generosidade, do respeito, da valorização, da dignidade, do despertar de unicidade, de igualdade, de fraternidade e da plenitude do ser e do cosmos, da vida universal como um todo.
Geralmente quem verdadeiramente se ama, está primeiramente em sintonia e equilíbrio com o universo. E por esse motivo primordial e derradeiro é capaz de amar e respeitar o outro. Logo, estará mais aberto às percepções e às ondas vibratórias desse amor universal que facilmente se funde com o respeito e valorização da natureza, da vida, do orbe num todo.
São perceptíveis esses seres, porque não discriminam, não julgam, não odeiam, não carregam rancor. Não comparam, não separam ninguém por nada. Perdoam facilmente as falhas humanas, porque compreendem o precário e lento processo da evolução humana na Terra.
Não enxergam diferenças entre os seres por nenhum motivo. Nem entre o reino hominal, tampouco no animal, vegetal ou mineral. O amor sublimado é a base, a razão e o principal motivo para impulsionar suas ações e atitudes.
Feliz aquele que é capaz de amar. Pois o amor é o primeiro e mais precioso passo dado para mover e transformar o mundo.
Valéria Gurgel
Enviado por Valéria Gurgel em 03/01/2021
Copyright © 2021. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Comentários